Arquivos

3° Guerra Mundial - Tropas para 2011


Category:

Incêndios estranhos aterrorizam família na África do Sul


Misteriosos incêndios, aparentemente espontâneos, destruíram as casas e os pertences de uma família em Hopewell perto de Thornville nas duas últimas semanas .

Os incêndios estranhos queimaram a casa principal da família Mthembu, duas casas no quintal e outra casa que pertencia às crianças, na rua da família.

Vizinhos, bombeiros, autoridades municipais de Richmond e do distrito, e equipes de gerenciamento de desastres concordaram que este foi o primeiro incêndio do tipo que testemunharam.

Eles disseram ter visto o fogo começar espontâneamente nas coisas que haviam sido retiradas da casa.

Mashoba Mthembu, proprietária da casa, disse que pelo menos 13 membros da família estão apertados em um quarto, porque não têm outro lugar para dormir, e que as crianças têm medo de dormir na casa principal.

Começou na cama
Ela disse que os incêndios começaram há quase duas semanas em sua cama. "Primeiro queimou minha cama até a metade".

"Na cama havia dinheiro pago algumas semanas antes para minha filha ilobola, que também foi queimado", acrescentou Mthembu .

Ela disse que depois que sua cama foi queimada, o fogo se espalhou pelos quartos, incendiando primeiro os colchões e depois os quartos.

"No começo pensamos que eram crianças que estavam brincando com fogo e acidentalmente causaram isso, mas a coisa ganhou força domingo quando o fogo se tornou incontrolável".

"Queimou tudo. Se você colocar aqui fora, vai começar em outro lugar."

Ela disse que o fogo havia queimado também a casa de sua filha do outro lado da rua.

O vereador Bonginkosi Shange disse que até mesmo os bombeiros que foram chamados ficaram confusos.

Não é normal
Uma bombeira que se molhou quando o fogo começou bem na frente dos seus olhos, disse que nunca tinha visto nada assim. "Apenas nesta manhã apagamos pelo menos três incêndios diferentes", disse ela.

Joe Nzimande, um líder da comunidade disse: "O problema é que não há outros membros da comunidade que acomodem a família, porque eles acham que o fogo vai segui-los".

Musa Ndlovu, da equipe de gerenciamento de desastres de Richmond, disse que a equipe tem aconselhado a família.

"Esse tipo de incêndio não é um fogo normal. É algo que nunca vimos antes".

Fonte: News24
Category:

Humanos devem encontrar extraterrestres dentro de 20 anos, diz pesquisador


Um importante astrônomo russo afirmou nesta segunda-feira que a humanidade deverá encontrar civilizações alienígenas dentro dos próximos 20 anos.

Segundo o pesquisador, que discursou durante um fórum internacional, 10% dos planetas que orbitam em torno de sóis na galáxia se assemelham à Terra e se for encontrada água neles, a chance de haver vida sobe muito.

"A criação da vida é tão inevitável quanto a formação dos átomos. A vida existe em outros planetas e vamos encontrá-la em até 20 anos", disse o cientista Andrei Finkelstein, que é diretor do Instituto de Astronomia Aplicada da Academia Russa de Ciências.

Ainda de acordo com o pesquisador, os alienígenas poderiam ter estrutura física semelhante aos humanos, como dois braços, duas pernas e uma cabeça.

A diferença ficaria nas cores de pele. Finkelstein é responsável por uma pesquisa que monitora e difunde sinais de rádio no espaço em busca de sinais de vida em outros planetas.

Fonte: Terra

Supernova deixaria Hemisfério Sul sem noite por um mês


Entre todos os fenômenos descritos na Ciência, a explosão de uma supernova está entre os mais potentes no que diz respeito à liberação de energia.

Ao explodirem, essas estrelas produzem objetos extremamente brilhantes, os quais declinam até se tornarem invisíveis, passadas algumas semanas ou meses.

Se muito próxima da Terra, uma supernova poderia liberar radiação gama e X suficiente para aquecer a superfície do nosso planeta e fazer a atmosfera e os oceanos evaporarem.

Contudo, conforme explica o astrônomo e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) Kepler Oliveira, essa possibilidade não representa uma ameaça, já que as explosões realmente perigosas teriam que ocorrer a menos de 30 anos-luz de distância e não existe nenhuma candidata a supernova tão perto do nosso planeta.

Por outro lado, explosões a uma distância bem maior podem acontecer e, mesmo longe, o brilho seria tão intenso que praticamente faria a noite virar dia por um mês inteiro.

Fonte: Terra

UFO estaria aterrorizando população de Guajará e Cruzeiro do Sul

População questiona sobre o interesse destes aparelhos naquele setor
Um objeto sem identificação está complicando a vida dos cidadãos de Guajará, município do Amazonas que faz fronteira com Cruzeiro do Sul, no Acre. Muitos moradores afirmam a aparição de um UFO de formato redondo pelo menos duas vezes nos últimos dois meses. A luz que surge do céu com nuvens coloridas também foi vista no ramal 3, no projeto de assentamento Santa Luzia.

A notícia que se espalhou pela região está atraindo turistas para a pequena cidade de Guajará. A professora Claudete Andriola, que mora no rio Liberdade, pegou o ônibus na quinta-feira (23) e passa o final de semana por lá, onde parentes que já viram o UFO esperam por uma nova aparição. "Eles disseram que é uma luz muito forte que desce sobre a mata e que decola fazendo um rastro de luzes coloridas de verde, vermelho e amarelo. Estou curiosa, com certeza", contou a professora.

Curiosidades para muitos, motivos de assombração para outros, em Cruzeiro do Sul, moradores do ramal 3 estão pensando em vender as propriedades depois que o fato foi amplamente explorado pelos meios de comunicação local. Os mais descrentes estão deixando de sair à noite, outros afirmam que se trata de invasão de americanos para roubar as riquezas da Amazônia. Há sustentação de que os objetos voadores não identificados aparecem na região onde existe reserva de petróleo.

Fonte: UFO

Stephen Hawking: 'Eles não são nossos amigos'

Na opinião de Hawking, reforçada em matéria recente, estaríamos nos expondo sem a real noção do perigo
Ninguém dúvida de que num universo de magnitudes desproporcionais exista vida além da Terra. Mas há uma pergunta que ainda não se pôde responder de modo uniforme: Como será essa forma de vida? O prestigioso e ao mesmo tempo polêmico físico inglês Stephen Hawking pôs o dedo na ferida há um ano ao levantar a voz de alarme sobre os constantes sinais de nossa existência que estamos mandando ao espaço em busca do contato extraterrestre.

A teoria de Hawking baseia-se na lógica matemática que sempre regeu seu cérebro. "Os extraterrestres que recebam nosso sinal, ou não dispõem da tecnologia suficiente para nos responder, ou têm uma muito superior que lhes permitirá vir até aqui". E se essa civilização alienígena que tanto chamamos for hostil? O físico afirma que melhor do que enviar sinais, o que deveríamos fazer é nos esconder. Hawking alerta de que pode ser produzido o mesmo efeito de quando os espanhóis chegaram a América em 1492. Uma civilização mais desenvolvida inutiliza e acaba com os recursos de outra em menor grau de desenvolvimento que, inclusive, pode ser levada a seu desaparecimento.

No mês passado, Hawking voltou ao ônus em uma entrevista publicada pelo The Guardian na qual fez questão de salientar que "a noção de vida extraterrestre é real, mas perigosa". Esta teoria espaço-apocalíptica ganhou críticas entra a comunidade científica ao longo dos últimos meses. "Se os alienígenas quisessem conquistar nosso planeta já poderiam tê-lo feito nos últimos 4.500 milhões de anos", afirmou Paul Davies, cientista do projeto Search for Extraterrestrial Intelligence [Busca por Inteligência Extraterrestre, SETI].

"Qualquer coisa que nós tenhamos aqui, eles poderiam encontrar no lugar onde vivem. E no caso de que na Terra tenha algum recurso que não exista em seu planeta natal, seguramente há uma forma mais fácil do conseguir que a de vir aqui para nos invadir", disse Seth Shostak, também pesquisador do SETI. Por sua vez, David Morrison, diretor do centro de investigação espacial Ames da Agência Espacial Norte-American (NASA) é da mesma opinião, ainda que com reservas. "Se uma civilização consegue perdurar ao longo de centenas ou milhares de anos, é quase seguro que terá conseguido resolver os problemas que temos nós. Ou pelo menos assim espero".

Fonte: UFO

Inglês filma supostos OVNIs sobrevoando Londres



Uma gravação feita no centro de Londres em plena luz do dia tem intrigado os ingleses. Ela mostra supostos ovnis sobrevoando a capital.

O vídeo foi postado no Youtube na sexta-feira (24). O que aparentam ser pontos de luz aparecem voando em alta velocidade e em grande altitude, em diferentes direções e repetidas vezes. Depois, um objeto maior, também mais claro, parece surgir de trás de uma nuvem e girar no céu antes de sumir.

"Demorou quase uma semana até que eu conseguisse... Mas finalmente consegui filmá-los durante um dia de céu aberto, e até fiz um close. (...) Alguém pode explicar o que poderiam ser essas luzes, por favor?", diz a descrição do vídeo.

Várias outras pessoas aparecem na rua também observando e até filmando os supostos ovnis, que ainda não tiveram sua origem explicada. Os 'ovnis' já tiveram mais de 66 mil "views" na página de vídeos.

Fonte: G1

OVNI filmado em Ituzaingó, Argentina


Suposto OVNI filmado em Rio de Janeiro


Um grande olho para descobrir vida em outros planetas

E-ELT
No meio do árido deserto do Atacama, onde a existência parece uma quimera, se situa o altivo monte que na próxima década abrigará o Telescópio Europeu Extremamente Grande, E-ELT, o maior olho que rastreará no universo vida em outros planetas.

Esse instrumento, que contou com um investimento de 1,055 bilhão de euros (R$ 2,3 bilhões), é o próximo projeto de grande magnitude do Observatório Austral Europeu (ESO), que engloba 14 países europeus.

"Devemos buscar outro planeta. Esta é a nossa maior oportunidade para descobrir vida extraterrena", revela o astrônomo belga Henry Boffin.

Contudo, as expectativas vão muito além. "Com este telescópio esperamos ver coisas que não podemos imaginar agora", disse este cientista que trabalha no observatório da ESO localizado no monte Paranal, no norte do Chile, onde são realizados outros megaprojetos.

Já é possível observar deste lugar, cerca de 20 quilômetros de distância, o monte Armazones, eleito pela ESO em abril de 2010 como o cenário adequado para instalar o E-ELT, que também era cobiçado pelas Ilhas Canárias (Espanha).

Até o momento, só uma pequena estrada de terra no sopé da montanha, de 3,06 mil metros de altura sobre o nível do mar, em cujo cume será construído esse imenso olho, composto por cinco espelhos.

Fonte: UOL

Asteróide passará próximo à Terra dia 27


O asteroide 2011 MD vai passar a apenas 12 mil quilômetros da superfície da Terra na segunda-feira (27). A aproximação está prevista para as 10h30 (horário de Brasília).

De acordo com o centro planetário da Universidade de Harvard (EUA), o objeto não está classificado como potencialmente perigoso e nem vai atingir o planeta.

Em sua passagem, o ponto mais próximo entre o asteroide e a Terra será no extremo sul, mais precisamente no oceano Atlântico.

O 2011 MD é o dobro do tamanho de outros asteroides que foram observados e passaram perto da Terra.

A descoberta, na quarta-feira (22), é de autoria de uma equipe do programa Linear que trabalha em Socorro, no Novo México.

O Linear observa objetos que se aproximam da Terra e, ao longo de seu trabalho, já identificou mais de 2.000 itens.

Por causa do seu brilho intenso, ele provavelvemente será visível por telescópios comuns.

Fonte: Folha.com

Palestra sobre ovnis em Macau, China


A livraria Pin-to organiza amanhã uma palestra sobre ovnilogia. O evento traz ao território uma especialista de Hong Kong, Moon Fong, que diz que o interesse local pelo fenômeno está a crescer.

Não há notícia de objetos voadores não identificados sobre os céus do território e a forte luminosidade da cidade decerto impediria qualquer eventual avistamento dessas naves misteriosas, popularizadas pelo cinema.

Mas tal não impede que umas boas dezenas de curiosos locais se juntem amanhã numa livraria para uma palestra sobre ovnilogia.

A sessão está marcada para entre as 15h e as 18h na Pin-to, nas imediações do Largo do Senado, e tem como oradora Moon Fong, a fundadora e presidente do Hong Kong UFO Club.

A organização foi criada em Dezembro de 1996, pouco antes da transferência de soberania de Hong Kong, e desde então tem-se dedicado à divulgação de notícias e informações relacionadas com alegados contatos alienígenas.

Durante algum tempo organizou palestras nos museus da Ciência e do Espaço da região vizinha, e até cursos mais prolongados na City University. Atualmente, o clube tem a atividade mais limitada. Mas Moon Fong, estudiosa de ovnilogia, mantém um programa semanal na RTHK.

Licenciada em Psicologia, Fong diz ter corrido 20 países do mundo em busca de sinais e testemunhos de contatos com vida extraterrestre depois de ter conhecido um especialista na matéria durante uma estadia no Havai.

“Ele escrevia livros sobre casos de contatos. Voltei a Hong Kong, juntei todo o meu dinheiro e decidimos dar a volta ao mundo durante um ano. Estivemos em 20 países, com paragem final em Hong Kong”, conta.

Fonte: Pontofinalmacau

Dia Mundial dos OVNIs - 24 de junho

O piloto Kenneth Arnold mostra uma ilustração de seu avistamento de 1947.
Em 24 de junho de 2001, cidadãos e instituições de mais de 20 países se uniram para celebrar pela primeira vez em nossa história o Dia Mundial dos OVNIs, ou “World UFO Day“.

Pessoas, desde áreas metropolitanas, até as ilhas mais remotas do Bornéu, no Pacífico, participaram de diferentes atividades para manifestar seu apoio às atividades globais. Estações de rádio e jornais de vários países ajudaram a promover e encorajar esta celebração.

Estimou-se que mais de um milhão de pessoas participaram destes eventos no mundo todo.

O dia 24 de junho foi escolhido porque este é o dia que a maioria dos livros apontam como a data que a ovniologia moderna e a consciência da pessoas sobre este assunto surgiram. Esta consciência mundial foi manifestada como resultado de avistamento em 1947 por um piloto chamado Kenneth Arnold, o qual testemunhou o vôo de uma esquadrilha de objetos sobre o Monte Rainer, nos EUA. A partir deste dia, o termo ‘disco voador’ se espalhou pelo planeta.

Fonte: OVNIHoje

OVNIs e os Mísseis Nucleares

Em 23 de outubro de 2010, A Base da Força Aérea Americana F.E. Warren em Cheyenne, Wyoming, perdeu temporariamente a capacidade de comunicar-se com 50 de seus mísseis Minuteman III. As cinco instalações de mísseis, responsáveis pelo lançamento de mísseis balísticos intercontinentais, compreendendo o Míssil Estratégico 319 - Squadron, teriam sido incapaz de fazê-lo durante o período da interrupção.

Esta história dramática vazou para Mark Ambinder, um editor contribuinte da "The Atlantic", que o publicou três dias depois. A Força Aérea dos EUA, em seguida, rápidamente reconheceram o problema, dizendo que um sistema de lançamento de backup poderia ter realizado a tarefa de lançamento afirmando que o colapso durou apenas 59 minutos.

No entanto, a última declaração era falsa, de acordo com dois técnicos de mísseis posicionados na base F.E. Warren, dizem que o problema de comunicação, enquanto intermitente, na verdade, persistiu ao longo de várias horas.

Significativamente, estes mesmos indivíduos relataram avistamentos por "vários membros da equipe" de uma enorme nave em forma de charuto que manobrou muito alto acima do campo de mísseis no dia da interrupção. O Ovni que apareceu era enorme, semelhante a um Zeppelin Alemão da segunda guerra mundial, mas não tinha gôndola de passageiros ou de publicidade em seu casco, como seria o caso de um dirigível comercial.

As fontes confidenciais da Força Aérea, também relataram que o seu comandante de esquadrão alertou testemunhas para não falar com jornalistas ou pesquisadores sobre "as coisas que eles podem ou não ter visto" no céu e ameaçou com penalidades severas para qualquer um que violasse a segurança. Conseqüentemente, essas pessoas devem permanecer anônimas neste momento.

A informação foi fornecida ao inquietante, notável pesquisador e autor Robert Hastings, que, ao longo dos últimos sete meses, já entrevistou policiais e testemunhas civis sobre a atividade Ovni em curso perto de locais F.E. Warren Mísseis Balísticos Intercontinentais, entre setembro de 2010 e abril de 2011. Hastings acaba de publicar uma exposição detalhada sobre estes desenvolvimentos, intitulado "Avistamento de Ovni Gigante Perto de Mísseis Nucleares Durante Outubro 2010 Interromperam Sistema de Lançamento", que pode ser lido AQUI.

O incidente com os misseis em 23 de outubro, ocorreu menos de um mês depois de 27 Setembro de 2010, durante conferência de imprensa no National Press Club em Washington DC, durante o qual sete veteranos da Força Aérea dos EUA, discutiram sobre incursões de Ovnis em locais de armas nucleares durante a Guerra Fria. A CNN transmitiu o evento ao vivo, um vídeo completo pode ser visto AQUI.

Fonte: Reuters

Evidências de água salgada em lua de Saturno

Na superfície de Encélado, a gelada e pequena lua do planeta Saturno, são geradas altas colunas de vapor de água e partículas de gelo, similares aos gêiseres, que provêm de reservas de água salgada no satélite, segundo um estudo publicado esta semana pela revista "Nature".

Após o descobrimento desses gêiseres, os cientistas se perguntaram se o vapor de água emergia de depósitos de líquido sob a superfície ou da decomposição de gelo.

Os dados obtidos pela sonda Cassini, que registra informações sobre o satélite de Saturno desde 2005, permitiram determinar que os fluxos de água de Encélado são formados em mais de 99% por partículas de gelo ricas em sal.

Frank Postberg, cientista da Universidade de Heidelberg, e seu grupo de pesquisadores deduziram a partir dessas análises que a totalidade da matéria expulsa pelos gêiseres de Encélado provém de reservas de água salgada com uma ampla superfície de evaporação.

As peculiaridades da parte sul de Encélado têm chamado a atenção dos cientistas há anos por se tratar de uma área geologicamente ativa, na qual se concentram quatro grandes fissuras lineares de 130 quilômetros de comprimento por 2 quilômetros de largura, das quais emergem constantemente jatos de partículas de gelo e vapor de água a temperaturas elevadas devido ao calor interno do satélite.

Fonte: Terra

FAP investiga fenômenos estranhos no céu peruano


O departamento foi criado em Dezembro de 2001 e dedica-se a pesquisa dos fenômenos aeroespaciais anômalos, ou seja, OVNIS .

Na Força Aérea do Peru ( FAP ) tem um departamento criado em Dezembro de 2001, dedicado à pesquisa dos fenômenos aeroespaciais anômalos, OVNIS, que se encontra em uma fase de reestruturação para contar com um orçamento maior e mais pessoal.

O jornal La Republica informou que apesar do tempo de existência "não têm qualquer estatísticas ou dados" sobre esses "fenômenos aeroespaciais anômalos."

O assessor da Direção de Investigações Aeroespaciais (DINAE), que depende a área em questão, Abraham Ramirez Lituma, disse que não contesta que "tais eventos, sem dúvida, acontecem (nos céus do Peru), e, provavelmente, ocorrem todo o tempo no mundo".

Para Ramirez Lituma nada foi provado conclusivamente, mesmo após as investigações sérias que se desenvolveram.

Todavia dentro da FAP existem os depoimentos de três dos seus membros que viram ou seguiram Objetos Voadores Não Identificados (OVNI).

Um deles é o comandante Oscar Santa Maria Huertas, que disse que teve um encontro com um objeto voador em 11 de abril de 1980, quando estava estacionado na base aérea de La Joya em Arequipa.

Outros mil e oitocentos homens que estavam em formação na base militar viram um objeto parado a distância de quase 5 quilômetros.

Fonte: Peru.com

Avistamento de OVNI alarma população de Tarma, Perú




Em torno de 10hs45m do domingo 5, a mais de mil metros de altura ao sul da cidade de Tarma, sobre o Cerro San Juan Cruz, dois OVNIS foram vistos por 10 minutos.

Os objetos discóides foram filmados pelo jornalista Luis Walter Basaldúa Buendia.

Na praça da cidade, as pessoas se aglomeraram para ver o fenômeno, pois não é a primeira vez que observam o aparecimento de supostos OVNIs em Tarma.

Luis Basaldúa disse que ia fazer o desjejum quando notou dois brilhos no espaço, pegou a câmera, subiu no telhado de casa, e filmou os objetos.

Fonte: Diariocorreo

Estranha mutilação em San Luis, Juana Koslay, Argentina

Moradores do bairro Los Eucaliptos tiveram a rotina alterada, depois que crianças brincando às margens do riacho Cuchi Corral fizeram uma descoberta macabra.

Elas encontraram o corpo de um cão horrivelmente mutilado em que faltavam a parte traseira do corpo e todas as entranhas, como mostrado nas fotos que acompanham esta nota.

Muitos especularam o que aconteceu com o infeliz animal. Um morador falou que um animal selvagem devorou o cão, outro disse que se um animal selvagem tivesse atacado, o corpo estaria dividido, mas reparou que o corte era reto, feito com uma faca ou algo parecido. Outro morador alegou que seria parte de um rito satânico.

O estranho da cena, é que o animal foi cortado na altura média do corpo, um corte bastante limpo, ou seja, como se tivesse sido cortado com uma serra ou outra ferramenta similar.

Também chamou a atenção, a cor mais escura da carne do animal na área do corte, como se tivesse uma fonte de calor no objeto cortante.

O cão teve todas as vísceras retiradas.

Fonte: VisionOVNI
Category:

Molécula de açúcar encontrada no espaço


O açúcar orgânico, molécula que está diretamente ligada à origem da vida, foi detectado em uma região da nossa galáxia onde planetas habitáveis ​​poderiam existir. Utilizando o telescópio IRAM na França, uma equipe internacional de cientistas descobriu esta molécula numa área que é massiva em formação de estrelas, a cerca de 26.000 anos-luz da Terra.

"Esta é uma descoberta importante, é a primeira vez que o gliceraldeído, um açúcar básico, tem sido detectado perto de uma região de formação de estrelas, onde os planetas que poderiam abrigar a vida possam existir", disse Serena Viti, uma das autoras do achado. O gliceraldeído pode reagir para formar a ribose, um constituinte fundamental do ácido nucléico RNA, que se acredita ser a molécula central na origem da vida.

Só foi detectada anteriormente perto do centro da nossa galáxia, onde as condições são extremas em comparação ao resto, mas sua descoberta em área distante do centro da galáxia sugere que a produção deste ingrediente chave para a vida pode ser comum no universo. Esta é uma boa notícia em nossa busca por vida extraterrestre, porque uma ampla gama de moléculas aumenta as chances de que outras moléculas essenciais à vida existam nas regiões em que planetas como a Terra podem se encontrar.

O professor Keith Mason, chefe executivo do STFC, disse que "a descoberta de uma molécula de açúcar orgânico em uma região de formação de estrelas no espaço é muito interessante e irá fornecer informações extremamente úteis na busca por vida extraterrestre. Pesquisas como esta, combinadas com a vasta gama de outros projetos astronômicos que envolvem pesquisadores do Reino Unido, estão em constante expansão e alavancam o nosso conhecimento do universo, mantendo o Reino Unido na vanguarda da astronomia".

Fonte: UFO

Prêmio de R$ 10 mil para quem achar monstro


Uma recompensa de R$ 10 mil. Esse é o valor oferecido pela Associação dos Caçadores de Assombração para quem conseguir fotografar o Caboclo D água.

Há pelo menos oito anos, o monstro, uma mistura de galinha, lagartixa e macaco, segundo descrição dos moradores, tem assustado e provocado pânico em Mariana, na região Central de Minas.

"A história começou a ser contada pelos nossos avós, mas passou à realidade, pois há relatos de pelo menos 30 pessoas que afirmam ter visto o bicho circulando por Mariana e vizinhança", conta o presidente da associação, o professor universitário Milton Brigolini Neme, 50.

Segundo ele, recentemente, um rapaz que nadava nu em uma represa da região acabou afundando misteriosamente.

Quando o corpo subiu à superfície, estava sem os testículos. "Os bombeiros não souberam dizer qual bicho teria provocado o ferimento", explica o professor, que há quatro anos passou a oferecer recompensa para quem conseguir fotografar o Caboclo Dágua.

Além do rapaz, o bicho teria comido um boi e atacado um idoso de 92 anos, que ficou com a perna ferida. Um retrato falado do bicho circula por Mariana, em adesivos e desenhos em camisas.

A Associação dos Caçadores de Assombração foi fundada por Brigolini há cerca de um ano e meio, com o objetivo de investigar as histórias misteriosas que têm surgido nos municípios de Mariana, Diogo Vasconcelos e Barra Longa.

Em Passagem, distrito de Mariana, a história de outra assombração tem tirado o sono dos moradores.

Reza a lenda que a assombração de uma mulher que, no século XVIII, produzia sabão usando como matéria-prima crianças do vilarejo, ainda caminha pelos túneis de uma antiga mina de ouro.

Segundo o professor Leandro Henrique dos Santos, 35, que pertence à associação, um pedreiro acabou atacado com uma porretada na cabeça na mina.

"Ele dizia que foi a Maria do Sabão e que não conseguiu reagir", conta Santos. Na ocasião, o pedreiro estava embriagado.

Fonte: Noticiainterativa
Category:

Crop Circle aparece no Reino Unido



Agroglifo aparece em Kingstone Coombes, Nr Ashbury, Oxfordshire, no Reino Unido no último dia 9.

Não há nenhuma prova concreta de que estes misteriosos agroglifos estejam relacionados às atividades dos OVNIs. Aliás, muitas pessoas alegam que estes pictogramas sejam o produto de trabalho humano.

Contudo, muitos desses desenhos são tão complexos e elaborados que seriam impossíveis de serem produzidos da noite para o dia por humanos. Lembramos também que ainda há muitos outros fatores que dão apoio à tese de que os mesmos não são simplesmente produzidos por um grupo de pessoas pregando uma peça na mídia e na população. Um desses fatores é que em muitos casos, o ponto do caule da planta onde ocorreu a dobra não mostra qualquer sinal de quebra, mas sim de uma curvatura de raio minúsculo, a qual seria impossível de ser obtida mecanicamente. A também relatos de níveis de radiação aumentados nestas áreas.

Fonte: OVNIHoje
Category:

Descoberta estrela que ejeta jatos de água para o espaço

Pesquisadores à procura de vida no cosmos muitas vezes começam seus trabalhos tentando encontrar um ingrediente chave necessário para vida tal como a conhecemos: a água.

Somente há 750 anos luz daqui, eles encontraram água, muita água sendo ejetada dos pólos de uma estrela, similar ao nosso sol. Estes jatos de água viajam à velocidade de 225.000 km/h.

Esta descoberta é interessantíssima, por vários motivos. Primeiro, ela indica que por todo o universo estes tipo estrelas poderiam estar distribuindo vastas quantidades de água para o espaço, e assim potencialmente semeando a vida por suas redondezas. Mas não é só isso; esta descoberta também dá uma pista sobre a formação de nosso próprio Sol, e o papel que a água pode ter tido na formação de nosso planeta.

A estrela foi descoberta pela Observatório Espacial Herschel da Agência Espacial Européia. O Herschel viu uma assinatura de luz indicativa de hidrogênio e oxigênio, e quando os cientistas estudaram estes traços descobriram que os átomos em questão estão formando água sobre e ao redor da proto-estrela. Mas, à medida que as moléculas se movem através da estrela e são injetadas nos gigantescos jatos de gás que saem dos pólos, o calor e a pressão vaporizam a água e a transforma em jatos de gás.

Somente quando o gás se encontra longe o suficiente da estrela é que ele rapidamente se resfria e retorna ao estado líquido. Neste ponto, as gotículas de água são essencialmente ‘projéteis’ de água, se movendo a aproximadamente 80 vezes mais rápido do que qualquer bala disparada por um rifle. E existe muita água. A quantidade de água ejetada da estrela a cada segundo é igual à quantidade que vaza por todo o Rio Amazonas, dizem os pesquisadores.

Os astrônomos acham que este estágio de ejeção da água das estrelas seja curto, mas é algo que toda proto-estrela faz. Se este for o caso, isto significa que a água pode estar espalhada por todo o universo.

A cada nova notícia que recebemos sobre nosso universo, mais e mais temos respaldo para nossa convicção de que não estamos sozinhos. A vida por todo o universo, nem que seja microscópica, deve ser a regra e não a exceção.

Fonte: OVNIHoje

Lâmpada está acesa desde 1901


As lâmpadas incandescentes, que não possuem um sistema absolutamente confiável de acionamento, costumam queimar, em média, após mil horas de uso.

Mas no prédio do Corpo de Bombeiros de Livermore, na Califórnia, uma lâmpada de 4 Watts, soprada a boca, da época de Edison, permanece acesa desde 1901.

Ela descansa apenas quando falta energia na rede ou quando os bombeiros mudam de sede. Há anos, uma webcam foi instalada no local para filmar a sua morte.

Em compensação, a primeira câmera parou de funcionar após três anos de uso. Para acompanhar minuto a minuto a longa jornada da centenária lâmpada, acesse: Centennialbulb
Category: ,

NASA: Em caso de emergência


Category: ,

Nasa diz que superfície de Mercúrio pode conter gelo


Um estudo prévio das primeiras imagens tiradas da superfície de Mercúrio, o menor planeta do Sistema Solar, parece indicar a existência de gelo, apesar da proximidade com o Sol.

A sonda Messenger, a primeira a orbitar Mercúrio depois de uma viagem de seis anos até chegar a seu destino, enviou um lote inicial com 20 mil imagens para a Terra.

O planeta já foi fotografado anteriormente, mas esta é a primeira vez que as imagens são obtidas com exatidão.

A Messenger também realizou análises da composição química do solo e reuniu dados sobre o campo magnético de Mercúrio.

"É quase um planeta novo. Nunca tivemos este tipo de dado antes", disse o pesquisador-chefe Sean Solomon, do Instituto Carnegie, de Washington.

A coleta indica que há ricos depósitos de enxofre no solo e provavelmente foram os vulcões que desempenharam um papel importante na formação de Mercúrio.

A descoberta faz com que os cientistas repensem as teorias sobre como o planeta se formou e o que aconteceu a ele nos últimos 4 bilhões de anos.

A origem do planeta, especulam os cientistas, pode ter sido com materiais diferentes dos de Vênus, Terra e Marte.

Fonte: Folha UOL

Apollo 11 - A Mensagem Nunca Divulgada


Jornalista fotografa OVNI na Argentina


O jornalista argentino Néstor Sánchez fotografou um objeto voador não identificado a 180 km da cidade de Salta, no último dia 1º de junho. Calcula-se que, no momento da imagem, o objeto estivesse a 3.200 metros do chão.

Mas a foto não foi intencional. Sanchez viajava com um grupo de pessoas pela rodovia Ruta Nacional 51, em direção ao Chile, enquanto fotografava a paisagem com sua Nikon D90.

O objeto passou tão rápido que o jornalista só percebeu que havia registrado algo estranho quando viu as imagens mais tarde.

Primeiramente, ele acreditou ser um avião da Força Aérea do Chile, que costuma sobrevoar aquela área.

“Mas não era: o objeto é circular, sólido, de aparência metálica e, embaixo do seu corpo central, existem dois núcleos diferentes menores. Realmente impressionante.”, conta Sanchez, que se dizia cético sobre o assunto antes de capturar a foto.

Fonte: RevistaGalileu

Somos todos mutantes


Os humanos da vida real ainda não têm os superpoderes dos X-Men da ficção, porém, segundo novos estudos, somos todos mutantes e nascemos com 60 mutações.

Isto ocorre naturalmente e não significa que temos qualquer defeito, como mostra a primeira pesquisa de medição direta dos genomas de duas famílias, cada uma formada por mãe, pai e um filho.

Se o método de investigação der certo em maior escala, ele poderá ser usado para saber mais sobre a cronologia evolutiva e mudar, por exemplo, a maneira como calculamos o número de gerações que separam o Homo sapiens de um antepassado primata.

De acordo com a pesquisa, cada um de nós recebe cerca de 60 novas mutações em nosso genoma dos nossos pais.

Pela primeira vez, os pesquisadores foram capazes de responder as perguntas: quantas novas mutações uma criança tem e se a maior parte delas vem de mãe ou pai? Para fazer a investigação, eles mediram o número de mutações em duas famílias, usando toda sequências do genoma do projeto 1000 Genomas.

Os resultados revelam ainda que o genoma humano, como todos os outros, são alterados por forças de mutação: o nosso DNA é modificado por diferenças em seu código das de nossos pais. E as mutações nas células de espermatozoide ou óvulo serão novas e não vistas em nossos pais.

Embora a maior parte da nossa variedade venha da simples recombinação de genes de nossos pais, novas mutações são a base das grandes variações que surgem nas espécies.

Encontrar essas novas mutações é muito difícil: em média, apenas uma a cada 100 milhões de letras do DNA é alterada a cada geração.

"Nós geneticistas humanos temos teorizado que as taxas de mutação podem ser diferentes entre os sexos ou entre as pessoas", explica o doutor Matt Hurles, Senior Group Leader no Wellcome Trust Sanger Institute, um dos líderes do estudo com cientistas em Montreal e Boston. "Sabemos agora que, em algumas famílias, a maioria das mutações pode surgir a partir da mãe, em outras a maior parte será do pai. Isto é uma surpresa".

Segundo ele, muitos esperavam que em todas as famílias a maioria das mutações viria do pai, devido ao número adicional de vezes que o genoma tem de ser copiado para fazer um espermatozóide, ao contrário de um óvulo. A taxa de mutação em espermatozoides ou óvulos é uma medida importante na evolução.

O estudo mostrou que esse número depende muito de cada caso: numa das famílias pesquisadas, 92% das mutações vieram do pai; na outra, apenas 36% vieram dele.

Eles olharam para quase 6 mil de possíveis mutações no genoma e classificaram as mutações para aqueles que ocorreram durante a produção de espermatozoides ou óvulos dos pais e aqueles que poderiam ter ocorrido durante a vida da criança.

Os resultados são iniciais, porém a técnica poderá ser repetida e expandido com grande precisão.

"A taxa de mutação é extremamente variável de indivíduo para outro. Algumas pessoas têm mecanismos que reduzem a probabilidade de mutações", diz Philip Awadalla, da Universidade de Montreal.

Ele acredita que esta variabilidade poderia levar a reconsiderar a previsão de riscos de doenças hereditárias, causadas por genes defeituosos, transmitidos por um ou ambos os pais.

"Hoje somos capazes de testar as teorias anteriores através de novas tecnologias experimentais e de nossos algoritmos de análise. Isto permitiu encontrar estas novas mutações, que são como agulhas pequenas em um palheiro muito grande", conclui Awadalla.

Fonte: OGlobo
Category:

Colisão de estrela e buraco negro cria gigantesca explosão


A colisão entre uma estrela e um enorme buraco negro provocou uma das maiores explosões espaciais jamais registradas, cujo brilho viajou por 3,8 milhões de anos luz até chegar à Terra, segundo estudo publicado nesta quinta-feira pela revista Science.

No momento da descoberta, os cientistas estudaram a origem de um feixe de raios gama observado a partir de um satélite da Nasa (a agência espacial americana) e, inicialmente, pensaram que podia se tratar de uma explosão de raios gama, mas a persistência da luminosidade e o fato de ter se reativado três vezes em apenas 48 horas, levou os pesquisadores a buscar outra hipótese.

"Era algo totalmente diferente de qualquer explosão que tivéssemos visto antes", disse em comunicado Joshua Bloom, cientista da Universidade de Berkeley e um dos principais autores do estudo. Bloom sugeriu que a causa poderia ser a queda de uma estrela do tamanho do Sol em um buraco negro 1 milhão de vezes maior, o que gerou "uma quantidade tremenda de energia ao longo de muito tempo", em um fenômeno "que ainda persiste dois meses e meio depois", acrescentou.

"Isso acontece porque o buraco negro rasga a estrela, sua massa gira em espiral e este processo libera muitíssima energia", explicou o cientista. Cerca de 10% da massa dessa estrela se transformou em energia irradiada, como raios-X e gama, que podiam ser vistos na Terra, uma vez que o feixe de luz apontava para a Via Láctea, segundo o estudo.

Fonte: Terra

'Fim do mundo' em 2012 faz proliferar seitas apocalípticas

As profecias sobre o fim do mundo, previsto por gurus apocalípticos para o dia 21 de dezembro de 2012 de acordo com o calendário maia, têm aumentado o surgimento de seitas na França, segundo um relatório oficial apresentado nesta quarta-feira que recomenda maior vigilância sobre elas.

Diante desse fenômeno, os poderes públicos devem "aumentar a vigilância" contra "atos extremos" que podem ser cometidos pelos cidadãos conduzidos por esses discursos milenaristas, adverte o relatório anual da Missão Interministerial de Luta contra as Seitas (Miviludes), entregue nesta quarta-feira ao Governo.

O estudo assinala que a data de 21 de dezembro do ano que vem, quando termina o calendário maia, representa a 183ª já anunciada como dia do fim do mundo desde a queda do Império Romano.

O relatório aponta que, no ano passado, foram registrados 2,5 milhões de sites referentes ao fim do mundo 21/12/2012.

As seitas que se baseiam em previsões apocalípticas são "mais alienantes e mais manipuladoras que as outras" e suas estruturas são "mais histéricas e fanáticas", acrescenta o estudo.

Fonte: UOL
Category: ,

Manchas solares devem desaparecer em 2020

Mínima solar acontece aproximadamente a cada 11 anos quando poucas manchas solares aparecem no Sol
Cientistas afirmam que o Sol está indo em direção a um período de calmaria fora do comum. Eles acreditam que serão os níveis mais baixos de atividades solares do século e que perto de 2020, a as manchas solares podem desaparecer por décadas.

As previsões se referem especificamente ao ciclo solar que começa em 2020. Antes disto, está previsto o próximo período de pico de atividade solar, em 2013.
Cientistas afirmam que o fato não é motivo de preocupação. Efeitos no campo magnético da Terra provocados pelo Sol são geralmente inofensivos, tendo como sinal mais óbvio de sua presença a aparição de auroras boreais, próximas dos Polos. No entanto, em casos extremos, podem provocar problemas de comunicação e nas transmissões de energia.

Efeitos de um Sol calmo são normalmente bons, tendo como resultado menos interrupções em satélites e sistemas de energia.

Três coisas ajudam a determinar quanto de energia das atividades do Sol é transferida para a magnetosfera da Terra por meio dos ventos solares: a velocidade do vento solar, a força do campo magnético fora da Terra (conhecida como campo magnético interplanetário) e para que direção ela está apontando.

Um time que inclui Walter Gonzalez e Ezequiel Echer do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em São José dos Campos, examinou cada um destes componentes para chegar a tal conclusão.

Desde 1611, o homem tem registrado as idas e vindas das manchas que aparecem no Sol. O número de manchas solares cresce e decresce em ciclos de aproximadamente onze anos. Mais mancha solar geralmente significa mais atividade e erupção solar.

O número pode variar de ciclo para ciclo, e 2008 foi o ano em que o mínimo solar foi mais fraco e mais longo desde que a atividade solar é monitorada com instrumentos espaciais.

Fonte: IG

O fenômeno "Bloop!"

A maioria dos anticéticos na verdade expressa um sentimento de "perda" com relação à existência de "mistérios" na natureza, uma frustração ao imaginar que tudo que há já foi desvelado e nada mais poderá nos maravilhar.

Conheça, então, um fenômeno fascinante e ainda não explicado, o "blup!". Um som natural gravado por microfones submarinos em altas profundidades no Oceano pacífico em 1997, cuja representação espectral aparece na figura acima, onde o eixo horizontal representa o tempo, a altura do som aparece no eixo vertical e o volume é representado pelo brilho.

É um som semelhante a vocalizações feitas por organismos vivos, mas o maior mistério está no seu volume, que é muitas vezes maior que o mais intenso som produzível por um animal, no caso, o som da baleia azul, que, porém, parece não ser suficientemente grande para tanto.

Bloop.wav: versão não-filtrada e reproduzida 16X mais rápido que o real, conforme aparece na página do NOAA;

Bloop_nr.wav
: o mesmo arquivo filtrado para reduzir o ruído;

Bloop_realtime.wav
: este é o som realmente registrado, em tempo real (2,5MB).



Os Blups estão entre os sons mais intensos já registrados de qualquer tipo nos oceanos terrestres (evitemos usar "alto" para essa propriedade do som: apesar de ser voz popular, tecnicamente está errada).

Sua origem é deconhecida, dando margem a inúmeras interpretações fantásticas, como colônias gigantescas de organismos nas profundidades, enguias imensas e outras criaturas colossais ainda não identificadas (o som foi aproveitado em Cloverfield, por exemplo). Pode tembém não ser mais que o registro de um fenômeno muito mais prosaico, o som produzido pelo fracionamento de icebergs na Antártida...

O Blup! foi detectado diversas vezes na costa sul da América do Sul e, apesar de audível, sua origem foi estimada como estando a cerca de 5000 Km do local de registro.

Fonte: Arquivodoinsolito

Viagens no tempo podem ser uma impossibilidade quântica

Em um novo estudo, Igor e Yu-Ju Hung, da Universidade de Maryland, simularam o nascimento do universo usando materiais avançados que permitem dobrar a luz de formas incomuns.

O dispositivo criado por eles se apóia na idéia de que “a flecha do tempo”, voltada para frente, não pode curvar-se para trás para desfazer eventos já ocorridos. Por enquanto, a viagem no tempo ainda não foi possível na vida real e, segundo Smolyaninov, tal material sugere que isso nunca será possível.

Novo material substitui temporariamente tempo e espaço

O novo simulador do Big Bang é minúsculo – sua largura é de apenas algumas frações de centímetros (20 micrômetros). Ele foi construído a partir de tiras alternadas de ouro e plástico montadas de forma a criar um metamaterial, substância produzida artificialmente para a manipulação da luz.

Nos últimos anos, pesquisadores vêm usando metamateriais para criar dispositivos antigamente possíveis apenas na ficção, como mantos invisíveis e “super-lentes”, que permitem que cientistas “vejam” estruturas menores que o comprimento de ondas de luz visíveis.


Segundo Smolyaninov e Hung, o material por eles desenvolvido é uma representação razoável de nosso universo, particularmente dos primórdios do universo na época do Big Bang - em torno de 13,7 bilhões de anos atrás.

Devido à forma única como tal material faz a luz se curvar, as equações que descrevem a passagem de uma partícula através do tempo são semelhantes àquelas que descrevem o movimento de fótons e de partículas quânticas semelhantes chamadas plásmons – criadas a partir de ondas de elétrons livres – através do material.

Desta forma, o dispositivo de metamaterial serve de modelo para nosso universo: o movimento horizontal no metamaterial é análogo ao movimento através das três dimensões do espaço, enquanto o movimento vertical representa a movimentação através do tempo.

Fonte: IG
Category:

Relógios digitais na Sicília andam misteriosamente para trás

Na última semana ocorreu um fenômeno "misterioso" na Sicília (Itália). Vários relógios digitais passaram a andar para trás na ilha. Muitos deles voltaram 15 minutos no tempo, segundo o jornal "La Repubblica". Uma das "vítimas" foi Francesco Nicosia.

As explicações variaram desde interferência alienígena, passando por poltergeist, atividade do vulcão Etna até explosões solares. Outra explicação é que podem ser problemas elétricos causados por cabos subterrâneos.

Fonte: 24horasnews
Category:

Chemtrails, oque são ?


Chemtrails são rastros químicos, deixados na atmosfera por certos aviões.

Chem ( chemical, químicos) Trail ( fuga, os rastros de emissões desses químicos, fugas lançadas pelos aviões ).

Consta que a diferença entre rastros normais e chemtrails, é que os chemtrails são mais densos , permanecem mais tempo visíveis no céu, aparecem em várias formas ( em cruz, em x, significando que os aviões passaram em direcções diferentes cruzando-se, outras vezes eles deixam rasto e voltam para trás e andam ás voltas no céu deixando rastos, isso não poderia ser a simples passagem de um avião comercial que segue no mesmo sentido).

Quando esses rastos químicos vão alastrando no céu, devido ao vento e a perder altitude, por vezes formam largas “nuvens cirrus” falsas. Dizem falsas, porque as nuvens cirrus verdadeiras só se formam acima dos 20 mil pés de altitude ,consistem em cristais de gelo , precedem uma tempestade.

As nuvens causadas por chemtrails estão muito mais baixas. Normalmente essas descargas na atmosfera são realizadas durante a madrugada.

Alguns observadores atentos , ao amanhecer, conseguiram fotografar aviões militares Kc-135 e Kc-10 fazendo isso.

Nas trilhas de Chemtrails, cientistas tem constatado a presença de 300 tipos de fungos virais mutados, 26 metais incluindo bário, alumínio e urânio, de uma variedade de agentes infecciosos, produtos químicos e medicamentos, incluindo sedativos em partículas radioativas de chemtrails.

Suspeita-se que esses rastros sejam uma tentativa de modificação atmosférica, ou guerra biológica. Também tem se associado às doenças Morgellons e outras mais com o Chemtrails.

Se reparar no céu, verá muitos rastros de aviões comerciais, tente olhar o céu ao amanhecer, por vezes aparecem rastros bem diferentes, cruzados, e um cheiro estranho no ar. Em certas zonas dos EUA , no chão foram encontradas estranhas fibras sintéticas, algumas horas após a passagem de tais aviões. Posteriores análises revelaram que: São fibras um pouco elásticas e peganhentas. Algumas parecem-se com teias de aranha, mas não são.


Category:

Entrevista com Leo Mark

Confira um pouco da entrevista de Leo Mark, autor do livro Jesus Extraterrestre, ao programa "Todo Seu", da TV Gazeta.


Category:

4 Misteriosos pontos oceânicos

Você provavelmente já ouviu falar do Triângulo das Bermudas, área oceânica famosa por fazer barcos desaparecem misteriosamente.

Infelizmente, esse não é o único lugar com segredos obscuros e atividade (aparentemente) paranormal. Mais regiões das águas já passaram por situações inexplicáveis. Confira:





1 – Triângulo das Bermudas


O Triângulo das Bermudas, uma região da parte ocidental do Atlântico Norte, é definido pelos seus pontos em Bermuda, Flórida e Porto Rico. A área tem uma longa reputação de misteriosamente engolir barcos, navios e até aviões.
Algumas pessoas acreditam que a região contém um buraco para outra dimensão, enquanto outros dizem que a área é um local de atividade OVNI e que alienígenas estariam abduzindo os barcos perdidos.
A primeira vez que o Triângulo das Bermudas atraiu atenção foi em dezembro de 1945, quando cinco aviões da marinha dos Estados Unidos desapareceram durante um exercício de treinamento.
Antes de perder contato com o rádio e desaparecer em algum lugar ao largo da costa do sul da Flórida, o líder do voo teria dito: “Estamos entrando em águas brancas, nada parece familiar”.
Nunca mais se ouviu falar dos 14 homens. Mesmo a aeronave de busca e resgate com 13 homens a bordo, enviada para localizar os aviões desaparecidos, também desapareceu inexplicavelmente.
Desde então, o desaparecimento de embarcações na área, incluindo um navio-tanque americano transportando uma tripulação de 39 pessoas em 1963, e um navio americano com 309 tripulantes em 1918, ficaram conhecidos e o Triângulo das Bermudas virou tópico de assombração.



2 – Mar dos Sargaços

Não há costa no Mar dos Sargaços, uma região no meio do oceano Atlântico Norte cercada por correntes oceânicas.
As correntes marinhas depositam plantas e lixo no Mar dos Sargaços, fazendo com que seja cheio de sargaço, um gênero de alga marrom denso e invasivo.
Devido ao acúmulo de algas e ao isolamento criado pelas correntes, o mar permanece estranhamente quente e calmo, apesar de estar rodeado por águas geladas e agitadas.
A estranha calma contribui para o mistério da área, já que vários navios foram encontrados à deriva, sem nenhuma tripulação, nas suas águas pacíficas.
Em 1840, o navio mercante francês Rosalie navegou pelo Mar dos Sargaços e foi descoberto mais tarde com suas velas em pé, mas sem tripulantes a bordo.
Em um esforço para explicar os desaparecimentos misteriosos, o folclore do século XIX dizia que as algas do mar eram carnívoras, e devoravam os marinheiros, deixando somente os navios.





3 – Mar do Diabo, Japão


O Mar do Diabo, também conhecido como “Triângulo das Bermudas do Pacífico” ou “Triângulo do Dragão”, por causa de antigas lendas sobre dragões que viviam na costa do Japão, é uma região do Pacífico em torno da ilha Miyake, ao sul de Tóquio.
Durante o final de 1980, o autor Charles Berlitz escreveu o livro “O Triângulo do Dragão” sobre fenômenos paranormais que ele acreditava ter ocorrido no Mar do Diabo.
Ele escreveu que o Japão perdeu cinco embarcações militares com um total de mais de 700 velejadores durante os anos entre 1952 e 1954, e que a área foi declarada oficialmente uma zona de perigo.
Investigações posteriores sobre as alegações de Charles descobriram que os navios eram na verdade de pesca, alguns dos quais haviam desaparecido fora do Mar do Diabo.
Além disso, os pesquisadores apontaram que, durante o período de tempo em que os navios desapareceram, centenas de barcos de pesca se perderam ao redor do Japão devido às condições meteorológicas e à pirataria – não por causa de atividade sobrenatural ou dragões míticos. Ainda assim, a reputação do Mar do Diabo como uma área perigosa permanece.



4 – Triângulo de Michigan

O Triângulo de Michigan fica no lago Michigan, cujo litoral se estende pelos estados americanos de Illinois, Michigan, Indiana e Wisconsin.
Obviamente não é um ponto oceânico como diz o título do artigo. A área tem sido responsabilizada pelo desaparecimento misterioso de navios e aviões e suas tripulações inteiras.
Alguns relatam que, enquanto navegavam ao longo do Triângulo, o tempo parecia ter parado, ficado mais lento ou acelerado.

Em 1937, o desaparecimento do capitão George Donner criou de vez o status de lugar estranho ao Triângulo de Michigan.

Durante uma entrega de carvão de rotina, Donner deu ordens para sua equipe acordá-lo quando o navio fosse chegar ao porto. Três horas depois, os marinheiros foram a sua cabine, mas Donner tinha desaparecido, apesar do fato de que a porta da cabine estava trancada por dentro.

Em 1950, o voo 2501 da Northwest Airlines desapareceu enquanto voava de Seattle sobre o Triângulo de Michigan, com destino a Nova York.

Com 58 pessoas a bordo, o avião sumiu no ar. Os passageiros e o avião nunca foram encontrados novamente.


Fonte: Arquivodoinsolito

Imagem de Nossa Senhora das Graças chora em Alagoas


Um fenômeno ainda sem explicação vem acontecendo deste o início da tarde da segunda-feira (06) em Palmeira dos Índios, a imagem de Nossa Senhora das graças, que pertence a um adolescente de 13 anos, começou a sair lágrimas dos olhos.

Luan da Silva Araújo de 13 anos, contou a reportagem do Palmeira24horas, que as lagrimas começaram a sair dos olhos da imagem, por volta das 13h30min, segundo Luan, que é coroinha da igreja e muito religioso, ele estava fazendo suas orações em seu quarto, quando aconteceu o fenômeno.

“Eu estava orando, pedindo pelas mães que sofrem pelos seus filhos que vivem na prostituição e nas drogas, ao olhar para a imagem viu que descia lágrimas dos olhos”, relatou Luan.

Com a notícia na tarde de hoje, uma grande aglomeração de fieis e curiosos começou a se formar na porta da residência, que fica situada na Rua Correia Paz, Centro de Palmeira dos Índios.

Segundo a mãe de Luan, a imagem vai ficar exposta ao público, “Isso é uma benção, não podemos ficar só para nós” ressaltou dona Maristela.

Fonte: Palmeira24horas
Category:

O Caso do Morro da Mariquinha


Em 1979 um fenômeno ufológico ocorria no Morro da Mariquinha, Vila Barcelona, onde, segundo ufólogos, sorocabanos tiveram contato com uma nave estraterrestre.

O fenômeno tornou a cidade referência para estudos de Ufologia – ciência que estuda fenômenos extraterrestres. Na história, diversas pinturas e livros trazem sinais que permitem a interpretação de que a raça humana teria recebido grande influência das “coisas celestes”.

Mensagens nos céus mexeram com o imaginário através das eras. No entanto a Ufologia só passou a ser encarada como ramo de pesquisa e informação a partir do relato do norte-americano Kenneth Arnold, em junho de 1947.

Arnold, que viajava de Chehalis para Yakima, no Estado de Washington, em seu avião particular, viu nove objetos brilhantes em formação sobre o monte Rainier.

Obviamente, em se tratando de fenômenos extraordinários em todo e qualquer espaço geográfico habitado sempre haverá a possibilidade de se obter relatos de aparições alheias ao cotidiano.

É comum encontrar pessoas interessadas nos fenômenos celestes, como é o caso de Sorocaba e também de Votorantim. Ambas as cidades estão na esfera dos centros urbanos cujos acontecimentos dessa natureza marcaram época.

O caso de maior impacto, que se tornou referência histórica, aconteceu em Sorocaba, no ano de 1979, quando esferas luminosas multicoloridas foram vistas no céu da cidade.

Em março de 1980, inúmeros visitantes, inclusive estrangeiros, vieram a Sorocaba ao saber que uma nave extraterrestre que teria seqüestrado humanos chegaria à Terra. A notícia foi veiculada no mundo inteiro.

Tudo ocorreu em função de fatos realmente perturbadores, somando consideráveis testemunhos. Tal passagem mereceu a atenção de inúmeros veículos de imprensa, inclusive do DIÁRIO.

Na obra do cético norte-americano Max Sussol, “Os Falsos Discos Voadores”, o autor relata as movimentadas noites sorocabanas.

Estima-se que aproximadamente cinco mil pessoas passaram pela cidade, formando uma das maiores vigílias do País.

Tudo começou na madrugada de 8 de janeiro de 1979, por volta das 3h30, quando uma viatura da Polícia Militar foi socorrer um rapaz visivelmente abalado que disse ser perseguido por uma luz misteriosa em pleno centro da cidade.

Era o mecânico Sérgio Pregnoletto. Os soldados que foram verificar o caso observaram o objeto. Então, o alarme foi acionado e em pouco tempo oito viaturas compareceram, inclusive uma vinda de Votorantim, e cerca de 200 homens da PM viram-se envolvidos na operação que terminou em frente da pedreira São Domingos, uma empresa de terraplanagem e pavimentação.

No dia seguinte, a notícia já era quase de domínio público, e se tornou centro das atenções de curiosos e estudiosos de várias localidades.

Em questão de dias milhares de pessoas foram ao local. Populares e soldados relataram em detalhes a visão da luzes voadoras que, inclusive, responderam a sinais luminosos emitidos pelas viaturas policiais.

A imprensa registrou nos dias seguintes relatos de explosões luminosas na região da represa de Itupararanga, clarões repentinos e outras anomalias simultâneas. Em três semanas estoques de telescópios e binóculos desapareceram das lojas.

O ufólogo Jorge Facury relata o caso como um grande fenômeno no qual sorocabanos teriam mantido contado com uma nave extraterrestre.

“Centenas de policiais estiveram no local e conseguiram estabelecer contato com a nave através das luzes das viaturas”, conta ele maravilhado.

Fonte: Ufoturismo

Sondas lançadas em 1977 atravessam 'mar magnético' no espaço


As sondas Voyager, da agência espacial americana Nasa, estão atravessando um 'mar magnético' para tentar sair do Sistema Solar.

As duas naves foram lançadas em 1977 e são responsáveis por colher alguns dos dados mais extraordinários da história da Nasa. Elas agora estão a mais de 14 bilhões de quilômetros da Terra, se aproximando do limite do Sistema Solar.

As sondas Voyager continuam enviando dados para o centro de controle da Nasa, no Estado americano no Texas. Cada mensagem demora 16 horas para atravessar a distância no espaço.

Nas palavras do astrônomo Eugene Parker, da Universidade de Chicago, a fronteira do Sistema Solar possui atividades energéticas intensas, como se fosse uma "banheira de hidromassagem agitada".

Vários fragmentos de campos magnéticos passam como uma espécie de "vento" pelas sondas. Este processo está formando bolhas de magnetismo com dezenas de milhares de quilômetros de largura.

Os pesquisadores afirmam que estas descobertas têm impacto na forma como se entende os raios cósmicos – que são as tempestades de partículas de alta energia que se aceleram na direção da Terra, oriundas de explosões de estrelas e buracos-negros.

É provável que a massa de estruturas magnéticas torne o Sistema Solar mais poroso e suscetível a raios cósmicos.

Fonte: BBC

Revelado o segredo da Grande Pirâmide?


Hieróglifos escritos em tinta vermelha encontrados por um robô no chão de uma câmara escondida na Grande Pirâmide do Egito seriam sinais numéricos, de acordo com uma análise matemática do monumento de 4.500 anos de idade.

Os construtores da pirâmide simplesmente teriam registrado o comprimento total da passagem sul da Câmara da Rainha: 121 côvados. Múltiplos de 7, 9 e 11, ocorrem com frequência no projeto da Grande Pirâmide.

Mostrado ao mundo no mês passado, quando o primeiro relatório de um robô de exploração da Grande Pirâmide foi publicado no Annales du Service Des Antiquities de l'Egypte (ASAE), as imagens revelaram características que não são vistas por olhos humanos desde a construção do monumento.

Os pesquisadores ficaram particularmente intrigados por três figuras pintadas em vermelho ocre no chão de uma câmara escondida no final de um túnel no fundo da pirâmide.

"Há muitas perguntas sem resposta que esses desenhos levantam, porque escreveram nesse espaço? O que está escrito? porque não cortaram ao longo dessa linha?" disse Rob Richardson, o engenheiro que projetou o robô na Universidade de Leeds, sobre a descoberta.

Luca Miatello, um pesquisador independente que se especializou em matemática egípcia antiga, acredita que ele tem algumas respostas.

"As marcas são sinais hieráticos numéricos. Eles são lidos da direita para a esquerda, ou seja, 100, 20, 1. Os construtores simplesmente registraram o comprimento total da passagem: 121 côvados", disse Miatello ao Discovery News.

Leia mais: Arquivodoinsolito
Category:

Onde estariam os documentos 'perdidos'?

Por Bill Chalker - UFO.com.br

O jornal The Sydney Morning Herald informou nesta semana que "o Ministério da Defesa da Austrália perdeu suas pastas secretas sobre UFOs". Em resposta a um pedido baseado na Lei de Liberdade de Informação [Freedom of Information, FOI], que obriga funcionários do governo a liberação de documentos de interesse público, um porta-voz do departamento informou que foi encontrada uma quantidade mínima dos mesmos. A pesquisa teria incluiído o Canberra National Archives of Australia [Arquivo Nacional da Austrália, NAA].

Quando a jornalista Melissa Davey contatou este autor sobre a história, sugeri que não poderia ter sido uma pesquisa minuciosa, simplesmente porque uma grande parte dos arquivos "perdidos" estão de fato localizados nas instalações do NAA. Na verdade, muitos deles permanecem inclusive disponíveis para serem encontrados por qualquer pessoa interessada, no próprio site da NAA, através de cópias digitais [Mais de 6.000 páginas entre o período de 1950 a 1982 podem ser acessadas clicando-se aqui].

Alguns documentos estão realmente faltantes, mas parece ser devido a miopia de funcionários do Departamento de Defesa (DoD) na hora da organização. A decisão de destruir arquivos ufológicos está completamente fora de sintonia com organizações equivalentes em outros países, como Inglaterra e França, por exemplo. Felizmente, muitos dos casos impressionantes foram preservados por pesquisadores.

Leia mais em: UFO.com.br

Hitler criou escola para ensinar cão a falar

Um exército de cachorros capazes de se comunicarem com os homens foi mais um projeto nazista, diz livro.

Além da armadilha de salsichas envenenadas para tentar conter uma invasão dos Aliados na Segunda Guerra Mundial, Hitler teve mais um plano mirabolante revelado recentemente: um “exército de cães”.

Mas seu batalhão canino não teria animais ferozes, pelo contrário, a ideia dos nazistas era ensinar os animais a falar, soletrar e ler.

As informações são do pesquisador Jan Bondeson, autor do livro “Amazing Dogs: A Cabinet Of Canine Curiosities”.

Os oficiais nazistas recrutavam animais e os encaminhavam a uma escola chamada Tier-Sprechschule ASRA, próxima à cidade de Hanover, para serem treinados.

O local foi inaugurado no início da década de 1930 e permaneceu em funcionamento durante a Segunda Guerra.

De acordo com o autor, um cão chegou a pronunciar “mein Führer”, quando questionado sobre quem era Adolf Hitler.

Outro, até escreveu poesia. O exército alemão esperava usar os animais, considerados tão inteligentes como os humanos, para atuarem junto aos soldados na Guerra.

O autor do livro, que é professor na Universidade Cardiff, visitou Berlim, capital da Alemanha, para estudar mais de perto esse período da história e pesquisou documentos e periódicos científicos da época.

Um cachorro chamado Rolf, da raça airedale terrier, foi capaz de “dizer” o alfabeto na ordem indicando as letras com sua pata, segundo as informações do livro.

Apesar das histórias difíceis de acreditar, um fato amplamente conhecido é o amor de Hitler pelos cães.

Demonstrando seu carinho de uma maneira bem nazista, digamos, ele matou sua fiel pastora alemã Blondi minutos antes de se suicidar no fim da Segunda Guerra.

Fonte: Galileu


Category:

Durante sua formação, Júpiter 'roubou' massa de Marte


Uma simulação feita por uma equipe internacional de astrônomos mostrou que, na formação do Sistema Solar, Júpiter estava mais perto de Marte e atraiu uma grande quantidade de material disponível. Com isso, o planeta vermelho ficou privado de materiais em sua formação.

A descoberta publicada pela revista "Nature" responde a uma dúvida antiga dos especialistas. O volume de Marte é cerca de um oitavo do da Terra, mas sua massa é por volta de um décimo a do nosso planeta.

Se os planetas foram formados aproximadamente na mesma época, os astrônomos se perguntavam, porque a relação entre as massas era tão desigual.

No estudo, os cientistas afirmaram que Júpiter surgiu para uma distância de 1,5 unidade astronômica – UA, que equivale à distância entre a Terra e o Sol – do Sol.

Mais tarde, com a formação de Saturno, ele migrou para sua distância atual, cerca de 5 UA. No intervalo que existe no caminho, existe hoje um cinturão de asteroides.

“O resultado foi fantástico”, disse Kevin Walsh, do Instituto de Pesquisa do Sudoeste, em San Antonio (EUA), que liderou o estudo.

“Nossas simulações mostraram não só que a migração de Júpiter era consistente com a existência do cinturão de asteroides, mas também explicou propriedades do cinturão que nunca tínhamos compreendido”, completou o astrônomo.

Fonte: G1

NASA estaria escondendo informações sobre algo catastrófico ?

O site OVNIHoje publicou dia 10/06 notícias de um site estadunidense que divulgou as informações abaixo.

A NASA e a Agência Espacial Européia (ESA) têm alertado o mundo pelos últimos dois anos de catástrofes que podem afetar a Terra durante o final de 2011 e por 2012.

Chamando isso de ‘super eventos únicos de tempestade solar ‘, a NASA alerta que chamas solares podem atingir a Terra e derrubar a infraestrutura tecnológica do hemisfério norte, levando todos aos níveis tecnológicos do final do século XIX. (Interessante que para eles só existe tecnologia no hemisfério norte)

A Rússia também tem se preocupado com a situação. E agora, um eminente astrofísico, Alexey Demetriev, alega que o que está acontecendo é muito pior do que a NASA e a ESA admitem.

Cientistas da NASA descobriram em 14 de julho de 2010 que nosso sistema solar está passando por uma nuvem de energia interestelar. Esta nuvem de gás, que é altamente energizada, e está perturbando e atrapalhando o Sol. Em conjunto com o já enfraquecido escudo magnético da Terra, o mundo está se tornando indefeso contra estas erupções solares, bem como contra a intensa radiação.

A NASA, a ESA e a Academia Nacional de Ciência dos EUA emitiram um alerta de tempestades solares para 2012, sem precedentes. Mas o que a NASA e o governo dos EUA estão escondendo, de acordo com Demetriev, é que o Sol — bem como todos os corpos de nosso sistema solar — mergulhou numa nuvem de fótons desconhecida… um cinturão de perigo que poderá precipitar explosões solares gigantescas, anomalias magnéticas, adernando cometas e desestabilizando as órbitas de alguns asteróides.

O Dr. Demetriev revelou que tanto a sonda Voyager 1, quando a Voyager 2 relataram que nosso sistema solar está correndo risco. E mais, Merav Opher, um investigador heliofísico da Universidade George Mason, convidado pela NASA, diz que a nuvem de energia interestelar é instável e turbulenta.

Continue lendo em: OVNIHoje
Category:

Dados sobre extraterrestres somem de arquivos australianos


Documentos sobre extraterrestres sumiram misteriosamente dos arquivos do Departamento de Defesa australiano.

A descoberta surgiu depois de o jornal "Sydney Morning Herald Newspaper" pedir para ter acesso aos registros que mencionavam objetos não identificados ou organismos extraterrestres.

De todo material, apenas um foi localizado, que tratava de testes de armas militares e de ocorrências registradas na cidade de Woomera, no sul da Austrália, e em outros países.

Um porta-voz militar disse que provavelmente os arquivos foram destruídos em um procedimento de rotina.

"Parece estranho a Austrália estar destruindo esses dados, enquanto a Inglaterra e os Estados Unidos os torna públicos, colocando-os na internet", comentou Bill Chalker, autor do livro "The Oz Files", sobre ufologia.

Fonte: Folha

Nasa divulga imagem de galáxia espiral que parece a Via Láctea


Esta impressionante galáxia espiral NGC 6744 fica a cerca de 30 milhões de anos-luz de distância, na constelação de Pavo (O Pavão), mas a imagem poderia ser um cartão-postal da nossa própria Via Láctea, tamanha a semelhança.

Se pudéssemos olhar para a Via Láctea a partir do espaço intergaláctico, teríamos esta visão - braços espirais marcantes envolvendo um núcleo denso, alongado e um disco de poeira.

Uma diferença entre a NGC 6744 e a Via Láctea é o tamanho. Enquanto nossa galáxia é de aproximadamente 100 mil anos-luz, a galáxia retratada aqui se estende a quase duas vezes este diâmetro.

Com um brilho de cerca de 60 bilhões de sóis, a luz da galáxia se propaga em uma grande área no céu - cerca de dois terços da largura da lua cheia, fazendo com que a galáxia apareça como um fulgor nebuloso com um centro brilhante através de um pequeno telescópio.

Fonte: OGlobo

Cientistas obtêm átomos de antimatéria por longo período

O Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern) anunciou neste domingo em Genebra que cientistas do grupo conseguiram pela primeira vez obter átomos de antimatéria durante mais de 16 minutos, um tempo suficiente para começar a estudar suas propriedades em detalhe.

"Conseguimos manter os átomos de anti-hidrogênio durante mil segundos. Isso é suficiente para poder começar a estudá-los, mesmo com a pequena quantidade deles que conseguimos captar até agora", disse o porta-voz do chamado experimento Alpha, Jeffrey Hangst, vinculado ao Cern.

O objetivo de produzir átomos de antimatéria é estudar por que a natureza se formou pela matéria, enquanto, durante o Big Bang - fenômeno que deu início ao universo -, a matéria e a antimatéria existiam em quantidades iguais.

A antimatéria, uma espécie de "espelho" da matéria, representa uma das grandes incógnitas do universo.

Atualmente, ela parece ter desaparecido, e um dos desafios dos cientistas é conseguir entender o que ocorreu há 14 bilhões de anos, no momento da criação do universo. A matéria e a antimatéria são idênticas, mas com cargas elétricas opostas, e se aniquilam quando entram em contato.

Segundo o Cern informou, os cientistas conseguiram estudar cerca de 300 antiátomos obtidos. A pesquisa permitirá comparar com precisão o átomo de anti-hidrogênio com o de hidrogênio e verificar as diferenças entre eles.

Além disso, os antiátomos produzidos poderão fornecer novos dados para medir a influência da gravidade na antimatéria.

Outra das consequências de capturar antiátomos durante um período longo de tempo é que o experimento Alpha poderá realizar com precisão as medidas necessárias para estudar simetrias, que na física descrevem como se desenvolvem os processos sob certas transformações.

Tudo isso permitirá que, no final do ano, se possa começar a fazer medições na antimatéria capturada, "de modo que se poderá, pela primeira vez, olhar dentro da estrutura do anti-hidrogênio, que é o elemento número 1 da tabela antiperiódica", explicou Hangst.

Fonte: Terra

Seguidores

Interatividade:

Contato: lucasdaniel007@hotmail.com

A Verdade Sobre

Afiliados:

Revista UFO
OVNI Hoje
Procurando o que fazer na internet? Acesse o Minilua!
Procurando o que fazer na internet? Acesse o Minilua!